Instituto Cliente Feliz

Instituto Cliente Feliz

O pensamento de que só por ser líder ou possuir um cargo de destaque faz com que a pessoa seja totalmente indestrutível caiu por terra há muito tempo. Afinal, ninguém é de “ferro” e é fundamental que tenhamos empatia para compreender que todos podem se sentir fracos e com medo.

É claro que mostrar sua vulnerabilidade não é sempre algo positivo, mas é preciso normalizar o fato de que todo mundo é vulnerável e que, se as fraquezas são expostas por qualquer motivo, está tudo bem…

O fato é que muitos líderes, gerentes ou pessoas com altos cargos em empresas se veem com medo de deixar transparecer alguma certa insegurança ou sentimento ruim que, sim, faz parte da vida de todo mundo!

Por isso é fundamental construir uma relação de confiança com as pessoas que te cercam, sobretudo em um ambiente profissional, para que em momentos decisivos e conturbados, a vulnerabilidade exposta não cause nenhum ruído ou imagem de fraqueza.

Processo de aprendizado

Ao nos depararmos com situações diferentes daquelas com as quais estamos acostumados a viver é comum que passemos por uma fase de aprendizado. Esse é um processo comum a todas as pessoas e admitir que existe algo para ser aprendido é afirmar que não se sabe.

Uma das maneiras eficientes de treinar a humildade e a confiança para que a vulnerabilidade possa ser mostrada sem causar impactos negativos é justamente participando do processo de aprendizado com afinco e sinceridade.

Está tudo bem não saber de certas coisas. Nenhum ser humano sabe de tudo e não é só porque existe um cargo ou uma hierarquia que te coloca em certo modo “acima” por conta de algum atributo, que você precisa saber de todas as coisas.

Seja sincero ao admitir aquilo que não sabe e pratique o aprendizado com quem entende mais do que você, naquela determinada área. Utilize o diálogo e a linguagem para apontar às pessoas que aquilo que está sendo feito não é algo que você saiba e que, assim como qualquer outra pessoa, você precisa aprender.

Essa honestidade ajuda a forjar sua vulnerabilidade com a racionalidade de que é impossível saber de tudo. Provavelmente você erre no começo, mas isso é parte do processo de aprendizado. O importante é entender que existe tempo para aprender coisas nunca antes praticadas.

Vulnerabilidade X Humildade

Pode não parecer, mas em muitos aspectos não querer expor a vulnerabilidade é falta de humildade. Como no processo de aprendizado, aquele que não admite seus erros e não admite que não sabe, tem em mente que ele é o “sabe tudo” e que é inadmissível que precise aprender alguma coisa.

Por isso, bons gestores e líderes precisam ter a humildade como parte integrante do seu comportamento: isso faz com que se tornem mais acessíveis, empáticos e que cresçam junto com o time. E é claro que uma pessoa humilde não se importa de dizer que está com qualquer tipo de dificuldade, ou que não saiba de algo.

Manter a postura de bom líder que incentiva o time é necessário em qualquer negócio, e tudo que eu estou dizendo aqui não tem nada a ver com “ser fraco” ou algo parecido com isso: a mensagem é clara e está relacionada a humanização.

Não seja reprimido

Se permita mostrar sua vulnerabilidade quando estiver passando por situações que te deixem dessa forma. Crie laços de confiança com pessoas que, mesmo te vendo na situação de medo, insegurança e vulnerabilidade, continuem confiando no seu potencial de fazer grandes coisas.

Na vida, todo mundo passa por situações que exigem empatia por parte de outras pessoas, mas para que esse sentimento de “se colocar no lugar do outro” e de “fazer pelo outro” se prolifere entre as pessoas, permita-se ser e sentir o que estiver dentro de você!

Não reprima sua vulnerabilidade por aparência ou cargo. Seja você e seja honesto consigo mesmo.

 

* Gisele Paula é CEO do Instituto Cliente Feliz e a maior voz de Experiência do Cliente do Brasil. Uma das 100 empreendedoras de maior impacto na América Latina pela Bloomberg Línea ela coordena a transformação de negócios para que prosperem através da felicidade de seus clientes. Empreendedora, Palestrante, Mãe e Mulher, co-Fundou o Reclame Aqui, a maior plataforma latina de soluções de conflitos entre empresas e consumidores e é a autora do livro “Cliente Feliz Dá Lucro”.

Categorias

Categorias

Últimas do Blog

Newsletter

Receba conteúdos exclusivos do ICF

Tudo sobre Experiência do Consumidor, métricas, pesquisa de satisfação e sobre as tecnologias mais inovadoras de CX. 



    Pular para o conteúdo